segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Celebra 200mg - Bula, Indicações e Efeitos Colaterais

Celebra é um medicamento a base de Celecoxibe e trata-se de um produto de recomendação para uso adulto e que deve ser administrado via oral em cápsulas de 200mg. Trata-se de um medicamento bastante forte e que só pode ser comercializado mediante apresentação de receita e prescrição médica.

Celebra 200mg - Bula, Indicações e Efeitos Colaterais
(Foto: Divulgação) Celebra 200mg - Bula, Indicações e Efeitos Colaterais

Indicações do Celebra 200mg


As cápsulas do medicamento são receitadas para pacientes que estejam em tratamento ou com sintomas que apontem osteoartrite e artrite reumatoide, alívio de sintomas da espondilite anquilosante e principalmente voltado para o alívio de dores muito fortes e agudas provenientes de pós-cirúrgico de operações relacionadas com ortopedia ou dentais. 


Os pacientes que fazem cirurgias de pequeno porte, mas que exibem o corpo para grandes ameaças e sensibilidade, como extração do ciso e outras pequenas cirurgias costumam fazer o uso do medicamento logo após o processo para recuperar o corpo das lesões e permitir uma melhor cicatrização e alívio de grandes dores. 



Efeitos colaterais do Celebra 200mg


A medicação não é recomendada para indivíduos com idade inferior aos 18 anos e deve ser administrado em doses bem controladas, haja vista que apresenta uma grande quantidade de efeitos colaterais que devem ser bem analisados e que exigem cuidado no paciente ao se automedicar com o uso de medicações desse tipo.

O Celebra está diretamente associado a problemas cardiovasculares, como infarto e trombose, devendo ser feito o uso da medicação pelo menor tempo possível. Sobre as reações gastrointestinais, a medicação pode ocasionar o aparecimento de perfurações, úlceras e até mesmo hemorragias no trato gastrointestinal, de modo que o índice é ainda mais elevado em pacientes idosos.

Da mesma forma, a medicação pode comprometer outros sistemas, haja vista a incidência de casos de hemorragia, provocar ou intensificar problemas de hipertensão que desenvolvem problemas cardiovasculares, retenção hídrica e edemas, além de afetar diretamente a atividade dos rins e o seu bom funcionamento, processo acelerado pelo uso constante e indiscriminado do medicamento.


O paciente pode ainda desenvolver disfunção do sistema hepático, reações anafilactoides, reações graves na pele e anemia, atentando que muitos sintomas podem ser escondidos pelo potencial inibidor de infecções e inflamações esperado com o uso do medicamento.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.